PROGRAMA DE RESIDÊNCIAS DO FORUM DANÇA

CANDIDATURAS ABERTAS até dia 18 JUNHO 2017

Um dos objectivos do Forum Dança é o apoio a residências de acordo com linhas programáticas enquadradas pela sua direcção artística. Dirigido a artistas emergentes, o Programa de Residências inclui-se nas acções do projecto Núcleo-Curadoria e Performance proporcionando um período de experimentação e de investigação pela acção, articulando a criação com a transmissão à comunidade artística.

Este programa apoiará 2 projectos de criação na área da dança ou performance e oferece estúdio de ensaios e acompanhamento das apresentações informais públicas.

Residência I | 3 – 16 Julho no Núcleo. Mostra informal dia 12 Julho.
Residência II | 17 – 30 Julho no Núcleo. Mostra informal dia 27 Julho.

As candidaturas deverão ser enviadas para forumdanca@forumdanca.pt até dia 18 Junho 2017. Os resultados serão anunciados até dia 23 de Junho, em www.forumdanca.pt e por email, aos 2 projectos seleccionados.

CANDIDATURAS
_____________________________________

RESIDENCIES PROGRAM 2017

APPLICATIONS DEADLINE 18TH JUNE 2017

One of the objectives of Forum Dança is the support to residences according to the programmatic lines framed by its artistic direction. Aimed at emerging artists, the Residency Program is included in the project Núcleo - Curatorship and Performance, providing a period of experimentation and research through action, articulating creation with transmission to the artistic community.

This program will support 2 projects of creation in the area of dance or performance and offers studio and follow-up of the public informal presentations.

Residency I | 3 – 16 July in Núcleo. Informal presentation 12nd July
Residency II | 17 – 30 July no Núcleo. Informal presentation 27th July

Applications should be sent to forumdanca@forumdanca.pt until 18th June 2017. The results will be announced until 23rd June at www.forumdanca.pt and by email to the selected projects.

APPLICATION


A DECORRER

 

RESIDÊNCIA EX- ALUNOS PEPCC
Mostra Informal
20 Junho, 18h-19h

A coisa mais próxima (que possa imaginar)
criação de Valeria Caboi e Lucia Nach
t

"A coisa mais próxima investiga a relação entre corpo orgânico e virtual através do dispositivo da video instalação em interação com a linguagem do movimento. O trabalho tem uma forte conotação site-specific: o conteúdo dos videos consiste em intervenções físicas que acontecem no mesmo espaço em que a performance será realizada. Ao mesmo tempo se grava em vídeo o espaço urbano e arquitectónico que rodeia o sítio da residência.
(…)
A pesquisa tem como premissa a criação de um ambiente deslocado, através da relação entre elementos concretos e o universo virtual.
O projecto nasceu do encontro entre a video-artista Argentina Lucia Nacht e Valeria Caboi, bailarina Italiana residente em Portugal. As duas artistas partilham um forte entendimento ao nível politico, activista e artistico."


Valeria Caboi. Licenciada em Teatro e Artes Performativas pela Universidade Sapienza de Roma e Pós graduada em Advanced Dance Studies na London Contemporary Dance School em Londres, estudou também na escola Spe.Ri.Dan em Macomer, no I.A.L.S. em Roma, na M.A.S. de Milão, o Forum Dança em Lisboa (peppc-c). Frequentou cursos de coreografia com companhias europeias e mundiais entre as quais: Mats Ek, Ballet Frankfurt of Wiliam Forsythe, Random Dance Company, Batsheva Dance Company, Centre National De La Dance e Hofesh Setcher Dance Company. Participou no Mestrado de Psicoterapia e dança -terapia da Sapienza de Roma.
Como performer colaborou com companhias e artistas entre os quais: Elisa Monte Dance Company (NY), Nine Bob Note (UK), Compagnia Fattore K di G.B.Corsetti (IT), Arthur Pita (UK), Guido Tuveri (NY), Companhia de dança do Norte (PT), PIA Projectos de Intervenção Artistica (PT).
Como coreógrafa ganhou o premio Marte Live 2010 com o espectáculo GestAzione. Lidou o Projecto Red T-Shirt Project, com actuações na Inglaterra, Italia e Portugal (2012-2015). Foi selecionada como coreografa para o projecto Suéco Open Lab Halland (2015), coreografou a performance EYE LIE, com residências e atuações em Portugal e Itália.
Como professora ensina dança contemporânea, teatro físico, consciência corporal, Interpretação, dança criativa e ballet em escolas como ESPAÇO EVOÈ, INIMPETUS escola de actores, ProDança, Dançarte e muitas outras.

Lucia Nacht é bailarina, performer e editora audiovisual de Argentina. Interessa-se por performance, investigando-a desde a dança contemporânea, o yoga e a fotografia. Participou como bailarina e intérprete em projetos artísticos interdisciplinares com a performer Marina Abramovic (Bienal de Performance de Buenos Aires 2015, Argentina), a cantora Eva Shin (Argentina/Coreia), a performer Ann Death (Coreia) em ArteBa, e o artista Nicanor Araoz (Argentina). Em 2015 dirigiu e interpretou Persona, trabalho performático auto-referencial que inclui dança contemporânea, vídeo e fotografia. Em 2016 dirigiu e interpretou a performance audiovisual Aparições, selecionada para o Festival Escena, o Festival Primera Casa (Argentina) e em 2017 pra Festival Pa! (Porto, Portugal), BoCa Bienal e Galeria Zaratan (Lisboa, Portugal). Lucia Nacht estuda dança contemporânea desde 2004. Estudou edição cinematográfica na Universidade de Cinema (Universidad del Cine), graduando-se em 2007. Trabalhou no instituto de investigação da Universidade de Dança de Argentina, dirigindo a área audiovisual. Em 2017 realizou o PEPCC-C do Forum Dança, Portugal.
Em 2017, faz uma residência de arte na Casa Temenos, Buenos Aires - Argentina, para desenvolver uma performance urbana. Foi selecionada para fazer parte da Integro Dance Beyond com David Zambrano na Tailândia no final do ano. Em 2018 vai fazer uma residência de arte em Largo Residencias, em Lisboa - Portugal para desenvolver uma performance urbana e histórica e também nessa cidade vai mostrar a sua performance Apariciones no teatro Gaivotas. Em 2016 realizou o programa de treino para performers do Espacio LEM, Argentina.
Participou em laboratórios de formação para performers coordenado por Melina Seldes, mostrando o seu trabalho em 2015. Em 2015 concluiu o programa FACE (formação de artistas contemporâneos para as artes de palco), criando, dirigindo e interpretando uma obra performática intitulada Persona. Em 2015 começou a certificação de yoga Iyengar, que continua actualmente. Em 2015 participou na Bienal de Performance com Marina Abramovic, recebendo formação no seu método pelo seu assistente Lynsey Peisinger. Em 2014 fez parte do laboratório anual de improvisação coordenado por Agustina Sario e Mathieu Perpoint (companhia Maguy Marin, França). Frequentou vários seminários ligados à performance e dança, tais como Técnica contemporânea com Damiano Ottavio Bigi (Tanztheater Wuppertal, Alemanha), Attelier Improvisation com Thusnelda Mercy (Tanztheater Wuppertal, Alemanha), Workshop "Estado do corpo" com Lisi Estaras de Les Ballets C de la B (Bélgica), Métodos de Improvisação Forsythe com Christopher Roman (Companhia Forsythe), Composição com Cuqui Jerez (Espanha), Performance, política e movimento com André Lepecki, Investigação de movimento com Thomas Hauert (Suíça), Butoh com Katsura Kan (Japão), hANDling com João Fiadeiro, e composição com Francisco Camacho (Portugal).