Núcleo – Curadoria e Performance

O Forum Dança lança em Maio de 2018 um novo tipo de programa de residências e de intercâmbio, inserido no projecto curatorial proposto pelo "NÚCLEO-Curadoria e Performance". Com curadoria de Ezequiel Santos, este novo programa internacional convida anualmente um ou dois artistas curadores internacionais a desenvolver projectos e residências artísticas que visam criar ligações e conexões mais fortes entre artistas e estruturas de Portugal e de outros países. Os primeiros curadores convidados para 2018 foram Cosmin Manolescu (Bucareste) e Sezen Tonguz (Lisboa e Istambul).

Forum Dança Association is launching in May 2018 a new type of residency and exchange programs, part of its new curatorial programme proposed by "NÚCLEO-Curatorship and Performance". Curated by Ezequiel Santos, this new international program will invite annually 1-2 international artists and curators to develop projects and residencies aiming to create stronger links and connections between Portuguese artists and structures from Portugal and other countries. The first two curators invited for 2018 are Cosmin Manolescu (Bucharest) and Sezen Tonguz (Lisbon-Istanbul).

 


"O artista curador"

Curador/ Curator: Cosmin Manolescu

EMOTIONAL 2018

Maio – Novembro 2018

ENGLISH version

EMOTIONAL – artistic incubators 2018 é um novo programa de residências proposto por Cosmin Manolescu a decorrer entre Maio e Novembro de 2018, em Lisboa e Bucareste. Cosmin iniciou a sua colaboração com o Forum Dança em 1996 , quando foi convidado para uma residência de 4 meses em Lisboa para criar uma peça com 4 performers portugueses. Regressa agora a Lisboa, enquanto curador de um projecto dirigido a artistas emergentes ou meio de carreira, organizado pelo Forum Dança em parceria com a Fundação Gabriela Tudor de Bucareste e o LINOTIP - Centro Coreográfico Independente, com o apoio financeiro da Administração do Fundo Cultural Nacional da Roménia.

O projecto é uma continuação do Programa Europeu de Mobilidade E-MOTIONAL, www.e-motional.eu, iniciado entre 2011-2015 pela Fundação Gabriela Tudor, com organizações da área da dança do Chipre, Letónia, Reino Unido, Irlanda, Luxemburgo e Portugal e com o apoio de União Europeia. EMOTIONAL propõe um novo quadro de colaboração artística a nível europeu, destinado a apoiar a criação coreográfica e a investigação artística e a promover o diálogo com outras disciplinas artísticas.

EMOTIONAL 2018 é uma metáfora complexa do corpo contemporâneo e seus estados complexos, sendo igualmente uma incubadora artística para o desenvolvimento de novos projetos artísticos na área da dança contemporânea e para o início de novas colaborações artísticas. O corpo, sujeito e objeto de comunicação, o meio de conexão e núcleo de novas ideias e conceitos, faz parte de um modelo de colaboração internacional, concebido para apoiar as duas cenas de dança, da Roménia e de Portugal, e para produzir e promover projetos contemporâneos inovadores, em que práticas artísticas são repensadas para o desenvolvimento de novas propostas no campo da dança contemporânea.

O projecto visa criar um enquadramento favorável ao desenvolvimento profissional e à investigação artística para jovens artistas e produtores culturais na Roménia e em Portugal, desenvolvido num contexto Europeu de colaboração e diálogo intercultural. EMOTIONAL 2018 visa, igualmente, apoiar a promoção e apresentação da dança contemporânea romena em Portugal e apoiar novas gerações de artistas, a quem oferece apoio financeiro direto e oportunidades de desenvolvimento artístico a nível europeu.

Entre Maio e Novembro de 2018, o programa EMOTIONAL 2018 inclui a organização de três residências em Lisboa, com a participação de coreógrafos e artistas plásticos romenos.

Maio 2018
Simona Deaconescu (coreógrafa), Ioana Marchidan (coreógrafa / performer), Ciprian Ciuclea (artista plástico) e Hermina Stănciulescu (artista plástica) estarão em residência nos estúdios do Forum Dança.

Outubro 2018
Um laboratório-incubadora contará com a participação dos artistas Maurícia Barreira Neves (Portugal), Tahni Holt (Portland/EUA) e Judith State (România), novamente no Forum Dança.

Novembro 2018
Um evento final, apresentando os resultados do projeto EMOCIONAL 2018, será organizado em Bucareste, com o apoio do LINOTIP - Independent Choreographic Center.


Maio 2018
Residências EMOTIONAL

O programa EMOTIONAL 2018 terá início em Lisboa, decorrendo entre 5 e 19 de Maio, com a residência de 2 projectos artísticos:

RETRO WALK DECADES TO THE SUN de Simona Deaconescu e Ciprian Ciuclea
"Nos últimos anos, muitas discussões surgiram sobre o comportamento imprevisível da matéria e as conexões encontradas entre múltiplos elementos no universo. Tanto a física como a dança operam com o movimento, usando noções similares, transferíveis e generativas: temperatura corporal, impulso e posição, velocidade, tempo, espaço, energia, momentum, peso e força.
Este projeto tem como objetivo pesquisar a aplicação dos princípios da física quântica no corpo e especialmente, a teoria da não-localização quântica, partindo do pressuposto de que não podemos determinar com certeza onde uma partícula está localizada sem afetar seu estado de forma significativa." Simona Deaconescu
O projeto tem estreia prevista para o início de Outubro, em Bucareste. Será apresentado como uma instalação, num espaço industrial ou espaço aberto.

De(spre) CORP (From (to) Body) por Ioana Marchidan e Hermina Stanciulescu
"Este projecto é uma pesquisa sobre e para o corpo. O corpo em todos os seus estados. Um tributo ao corpo. Uma desconstrução do corpo harmonioso na dança e uma reinvenção e consciência do corpo de acordo com os fatores externos e internos (o corpo indiferente, consciente, inconsciente, o corpo político, o corpo atual, o corpo da memória, o corpo ansioso). Um retorno às raízes. A primeira imagem que o espectador tem será o corpo. Vê-o, e será ele a conduzi-lo até ao final. O corpo está em movimento, mesmo quando nos sentamos. No interior, tudo se move, circula. É algo que podemos entender e, ao mesmo tempo, é um enigma. O corpo pensante. O corpo está ausente de forma suspeita." Ioana Marchidan

MOSTRA FINAL

As duas primeiras residências EMOTIONAL irão concluir com um evento final público, no dia 17 de Maio, pelas 18h30, nos estúdios do Forum Dança/ Espaço da Penha, Tv. do Calado 26B, à Penha de França.

Nesta apresentação os artistas romenos apresentarão o resultado da sua residência ao público interessado e profissionais de dança (entrada livre).


Fotos: © Ciprian Ciuclea (Retro Walk) and Hermina Stanciulescu (About the Body)


"O artista curador"

Curador/Curator: Sezen Tonguz

ENGLISH version

Residência de MARKO MILIC

21 de Maio - 3 de Junho

No âmbito do projeto "O artista curador" de Forum Dança/Núcleo-Curadoria e Performance, com curadoria de Sezen Tonguz. Esta residência integra um projecto de investigação artística, um workshop aberto à comunidade e um espectáculo intitulado LUMI.

Marko Milić nasceu em 1981 em Belgrado/Sérvia. Trabalha como performer e autor no campo das artes performativas. Frequentou workshops em artes no Centro Cultural de Belgrado Stari Grad, e participou em programas educativos conduzidos pela Associação de Teatros Independentes (ANET) entre 1999 e 2004. Estudou andrologia na Faculdade de Filosofia da Universidade de Belgrado.

Criou e co-criou várias performances, nomeadamente: Series, anymore, Kejv KOREOEROTIKON, e LUMI. Apresentou o seu trabalho em ImpulsTanz, Viena/Austria; TanzImAugust, Berlim/Alemanha; Perforacije, Dubrovnik/Croácia; FIDQU, Montevideo/Uruguai; Kampnagel – Treffen Total, Hamburgo/Alemanha,
Kondenz, Belgrado/Sérvia; Il faut brûler pour briller, Luxembourg; GNARL festival, Lincoln/Grã-Bretanha, entre outros.
Bolseiro Danceweb em 2006, artista residente no Tanzquartier Wien (2012) e residente na Schloss Solitude Academy em Estugarda (2016/2017), é um dos fundadores da Station Service for Contemporary Dance, em Belgrado, que produz e promove as artes contemporâneas na Sérvia e na região.

Espectáculo LUMI

Marko Milić investiga como os eventos traumáticos moldam a nossa capacidade de observar o mundo. De como acontecimentos horríficos nos tornam presos ao passado, e o que acontece nas nossas mentes e cérebros e que nos mantém congelados e presos num lugar de onde desejamos fugir desesperadamente. LUMI é um catalizador da tendência para impor os nossos traumas em tudo aquilo que vemos. LUMI avalia os diferentes lados da humilhação e do abuso e procura a desigualdade nas nossas interacções diárias. É inspirado por um uso não consensual dos corpos e pelo impacto da humilhação nas nossas escolhas diárias, desejos e comunicação.

Autor: Marko Milić
Intérpretes: Marko Milić, Predrag Mladenović
Colaboradores: Marcel Schwald, Andreja Široki, Kaan Baltaci, Leif Persson, Milica Uric, Ana Dubljević, Jelena Vuksanovic
Musica: David Morrow
Animação: Milisav Banković
Com o apoio do Ministério da Cultura e da Informação da República da Sérvia, Akademie Schloss Solitude, e STATION - service for contemporary dance.
Acolhimento: Gaivotas 6
Agradecimentos: Bazen
Mais informação em: https://www.facebook.com/events/423181201443148/


WORKSHOP (a anunciar)

O workshop é criado com o programa PUZZLE que desenvolvo com os meus colegas da Sérvia e reunidos no colectivo STATION – Serviço para a Dança Contemporânea em Belgrado.
O trabalho baseia-se no apoio a processos criativos, e em diferentes estádios de desenvolvimento, que os participantes partilham com o grupo. Focamo-nos na proposta de cada participante, desenvolvendo-a com vários exercícios, sugestões, e ferramentas de apoio.

O trabalho beneficia bailarinos contemporâneos e artistas performativos, assim como qualquer pessoa interessada em desenvolver trabalho criativo e em trabalhar num ambiente estimulante.


Núcleo – Curadoria e Performance

O projecto Núcleo – Curadoria e Performance foi criado no sentido de substanciar uma das missões do Forum Dança: a apresentação de obras, envolvendo o apoio a residências artísticas de acordo com linhas programáticas enquadrados pela sua direção artística.

Tratando-se de um lugar de experimentação onde se cuida do ofício de criar, mostrar, refletir, criar circularidade com a comunidade artística e local achamos adequado chamar-lhe Núcleo, homenageando também anterior projecto (NAC-Núcleo de Apoio Coreográfico) que na década de 1990 foi uma importante plataforma de apoio à criação e internacionalização da dança portuguesa. Nele procuramos construir uma prática circunscrita no que são as particularidades da curadoria aplicada às artes do espetáculo, ao papel do criador enquanto programador, e à criação de espaço de debate sobre temas e ideias da arte contemporânea.

Na generalidade, as atividades do Núcleo – Curadoria e Performance distribuem-se em torno do seguinte mapa:
- Apoio cénico aos cursos e ações pedagógicas do Forum Dança;
- Organização de residências artísticas;
- Apresentação de espetáculos de pequena escala segundo linhas programáticas definidas;
- Acolhimento de espetáculos em articulação com a comunidade local;
- Acolhimento de espetáculos ou iniciativas em vertente contemporânea em regime de carta-branca;
- Debates.